Rota das Índias – Comércio de Especiarias | Resumo

By | junho 9, 2016

A chamada “Rota das Índias” se refere às viagens realizadas em direção a Asia para o comércio de especiarias. Tal comércio era dominado pelos comerciantes do norte da África, do Oriente Médio, de Veneza e os Portugueses.

As Especiarias e a Rota das Índias

rota-das-indias

Não eram apenas o fascínio do Paraíso e a mística da peregrinação que motivavam os europeus a empreenderem viagens para além da cristandade. Muitos viajantes desejavam obter mercadorias que eram raras na Europa, valiosas o suficiente para compensar os riscos enfrentados nas expedições. As especiarias, como eram conhecidas, começaram a penetrar nos mercados europeus com maior freqüência a partir do século XIII, vindas dos mais distantes pontos do Império Mongol.

O comércio oriental através das Rotas das Índias manteve-se relativamente regular até o final do século XIV, sendo interrompido com a derrocada do Império Mongol e o avanço dos turcos sobre a Ásia Menor, que culminaria com a conquista de Constantinopla em 1453. Trazidas por comerciantes de diversas cidades italianas, as mercadorias orientais vinham acompanhadas de informações e relatos sobre o Oriente. As motivações materiais caminhavam lado a lado com as representações imaginárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *