Quem eram os Bandeirantes? História do Brasil – Resumo

By | junho 22, 2016

Antes de respondermos a pergunta “quem eram os bandeirantes”, é necessário entendermos o que foram as entradas.

Desde o inicio da colonização, expedições de caráter oficial para reconhecimento do interior do Brasil foram organizadas partindo de diversos pontos do litoral – eram as chamadas entradas.

Porém, foi São Paulo o principal foco de irradiação de expedições particulares, que receberam o nome de bandeiras. Em 1554, os jesuítas fundaram um colégio que deu origem à vila de São Paulo de Piratininga.

Isolada, separada do litoral pela serra do Mar, a vila manteve-se muito pobre e pouco povoada. Sem condições de adquirir escravos africanos, grupos organizados escravizavam os indígenas. Por várias vezes, enfrentaram os jesuítas na tentativa de capturar os índios das missões, que eram cristianizados e adaptados ao trabalho agrícola.

Para capturá-los, esses grupos organizavam as bandeiras, expedições armadas que desbravavam os sertões.

bandeirantes-quem-foi

Quem foram os bandeirantes?

Nesse cenário, cada bandeira era composta, em geral, de centenas de integrantes, entre eles homens brancos – os bandeirantes -, índios e mamelucos que serviam como carregadores e guias.

Uma bandeira podia durar anos e sempre era liderada por um chefe, com poderes absolutos sobre os demais. Os bandeirantes seguiam a pé ou navegando pelos rios. Buscavam na própria mata os meios de subsistência, mediante caça, pesca e coleta.

Outra atividade desenvolvida pelos bandeirantes foi o sertanismo de contrato, no qual os senhores de engenho do Nordeste brasileiro contratavam seus serviços para capturar escravos fugitivos e para destruir quilombos.

No final do século XVII, atendendo aos insistentes pedidos do governo português, partiram de São Paulo bandeiras em busca de metais e pedras preciosas.

Depois de tentativas frustradas, como a de Fernão Dias Pais – que não encontrou as sonhadas esmeraldas, mas apenas turmalinas -, em 1693, Antônio Rodrigues Arzão e, no ano seguinte, Bartolomeu Bueno Siqueira encontraram ouro em Minas Gerais.

As expedições bandeirantes ultrapassaram a linha do Tratado de Tordesilhas e, como resultado, contribuíram de forma decisiva para a expansão do território brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *