Pacto Colonial no Brasil – Resumo de História

By | junho 22, 2016

O Pacto Colonial aconteceu no século XVI, quando o açúcar era um produto muito caro na Europa. Como Portugal pretendia colonizar o Brasil, a cana-de-açúcar, planta asiática que os portugueses já cultivavam em suas ilhas atlânticas, constituía uma excelente opção, já que o solo e o clima locais eram favoráveis.

A fazenda produtora de açúcar chamava-se engenho e englobava tanto a plantação de cana quanto as instalações que a transformavam em açúcar. O proprietário da fazenda, o chamado senhor de engenho, vivia com a família na casa-grande.

O processo de produção de açúcar era o seguinte: depois de colhida, a cana era levada para a moenda, na qual se extraía a garapa – o caldo da cana -, que era fervida e engrossada nas caldeiras, transformando-se em melaço.

Na casa de purgar, o melaço era colocado em formas para secar. Depois de endurecer, o açúcar era encaixotado e transportado para a Europa.

pacto-colonial-engenho-de-açucar

A produção de açúcar no Brasil colonial caracterizou-se pelo latifúndio, ou seja, por grandes propriedades rurais; pela monocultura, isto é, pelo cultivo de apenas um produto, a cana-de-açúcar; pela produção voltada para a exportação; e pela utilização do trabalho escravo africano.

O Pacto Colonial no Brasil

Na condição de colônia, o Brasil estava submetido ao Pacto Colonial, ou seja, limitava-se a estabelecer relações comerciais com sua metrópole; daí a opção pela cultura de um único produto, que era comercialmente interessante para Portugal.

O pacto colonial fazia com que o Brasil exportasse açúcar e, em contra-partida, importava todo o restante, principalmente os produtos manufaturados, que Portugal não produzia, mas atuava como intermediário dos ingleses.

A produção de açúcar na colônia portuguesa contou com a colaboração de empresários dos Países Baixos, que custeavam as instalações do próprio engenho e compravam o açúcar em Lisboa para refiná-lo e distribuí-lo por toda a Europa.

O auge da produção açucareira aconteceu entre 1570 e 1620. A importância do açúcar para a economia brasileira foi muito além: até meados do século XIX, era o principal produto de exportação.

2 thoughts on “Pacto Colonial no Brasil – Resumo de História

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *