Missões Jesuítas: Companhia de Jesus e Sete povos – Resumo

By | junho 22, 2016

As Missões Jesuítas, a Companhia de Jesus e Sete povos das missões se misturam na História do Brasil. Os jesuítas eram padres da ordem religiosa da Companhia de Jesus, fundada pelo espanhol Ignácio de Loyola, em 1540, para difundir o catolicismo.

Em 1549, com a comitiva do primeiro governador-geral, Tomé de Souza, os jesuítas chegaram ao Brasil. Seu primeiro provincial foi o padre Manuel da Nobrega, cujo fiel companheiro era o padre José de Anchieta.

A chegada da Companhia de Jesus

A Companhia de Jesus desembarcou na colônia portuguesa com dois objetivos principais: organizar colégios, que constituíram a base da educação formal no Brasil colonial, e fundar missões – aldeamentos indígenas com o objetivo de converter os nativos à fé cristã.

Os padres jesuítas lutaram contra a escravização dos indígenas. Acreditavam que eles deveriam ser separados do convívio com os europeus e dos vícios dos brancos. Embora bastante tolerantes com os costumes indígenas, os padres combatiam a antropofagia, a poligamia e o nomadismo.

jesuitas-companhia-de-jesus-Sete-Povos-das-Missoes.jpg

Durante o governo de Mem de Sá, os jesuítas chegaram a agrupar 34 mil indígenas em 11 aldeamentos ao redor de Salvador. Porém, colonos portugueses capturaram e escravizaram quase a metade dos indígenas aldeados; os que resistiram foram atacados por violenta epidemia de varíola, que os dizimou.

Apesar do fracasso dessa experiência, novos aldeamentos surgiram na região amazônica e na bacia do rio da Prata, Nesses aldeamentos, os indígenas dedicavam-se ao cultivo da terra, ao pastoreio e ao artesanato. Vigorava um sistema comunitário e não havia escravidão.

Sete Povos das Missões

Os indígenas eram dirigidos pelos jesuítas, que aprenderam as línguas nativas e encarregaram-se do trabalho de catequese nas comunidades, O conjunto de aldeamentos mais bem-sucedido foi o de Sete Povos das Missões em área de conflito territorial entre Portugal e Espanha – no atual Rio Grande do Sul. Sete Povos foi destruído em 1757, após inúmeras batalhas, conhecidas como Guerras Guaraníticas.

Os jesuítas foram expulsos de Portugal e de suas colônias, em 1759, pelo marquês de Pombal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *